Meu Mantra


Há um tempo atrás eu comecei a ouvir mantras mais constantemente, e não encontrava “aquele” que fazia minha alma realmente se conectar com Deus, até que encontrei um cantado por Deva Premal, contido no CD Embrace, chamado “Om Namo Bhagavate”. Quando o ouvi pela primeira vez, foi como um encontro. Minha alma inteira sentiu-se plena, e comecei a chorar de tão intenso que foi para mim o sentimento de união com Deus. Eu leio sempre sobre o poder dos mantras, especialmente nos livros de Gandhi que era um defensor ferrenho da eficácia do Ramanama como método de cura e autopurificação. Dizia ele que quando uma palavra é repetida muitas vezes por muitas pessoas, ela se torna poderosíssima. E ele dizia que o nome de Deus (Rama), repetido muitas vezes com devoção sincera, independente da religião (Rama, Alá, Deus, Buda, etc) poderia efetuar curas magníficas. Ele tinha uma convicção absoluta sobre isso, e muitas experiências para comprovar sua fé total no Ramanama. Quem leu alguma coisa de Gandhi (eu já li 3 de seus livros) sabe que ele tinha uma mente bastante racional e ao mesmo tempo incrivelmente mística. Ouso dizer que ele era um adepto bastante fervoroso da fé que os espíritas chamam de “fé raciocinada”. Ele tinha um equilibro perfeito entre a razão e a fé, e isso se mostra também na questão da eficácia do Ramanama como um dos principais métodos de cura natural. Enfim, só sei que eu entendi no coração tudo que li ele escrever sobre o Ramanama quando ouvi esse mantra. Se eu passo o dia inteiro com esse mantra na cabeça, recitando-o todo o tempo, eu passo o dia na mais completa paz. Esse é o “meu” mantra.

No site do IPPB tem uma breve explicação sobre o significado desse mantra. Mais perfeito pra mim impossível, com a diferença de que sou mais tocada por Jesus do que por Krishna, mas em essência é o mesmo porque Jesus também viveu entre nós e sabe de cada uma de nossas dificuldades enquanto seres ainda tão humanos.

OM NAMO BHAGAVATE VASUDEVAYA (do sânscrito): é um dos mantras de evocação de Krishna. OM é a vibração interdimensional que interpenetra a tudo e a todos.
NAMO: Saudação ou reverência ao poder divino.
BHAGAVATE: Respeito ao Senhor.
VASUDEVAYA: Vasudeva é o nome da família carnal que criou Krishna. O Ya acrescentado no final significa a característica ativa (masculina) do mantra. Quando alguém faz esse mantra completo, evoca Krishna como homem que também viveu aqui na Terra e sabe das dificuldades enfrentadas por todos.

Anúncios